Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Alimentação Infantil

Aprenda como educar seu filho para que tenha um bom hábito alimentar.

Alimentação Infantil

Aprenda como educar seu filho para que tenha um bom hábito alimentar.

07
Dez16

A Criança Deve Comer Muito ou Comer Pouco? Extremos que Devem Ser Evitados!

Comer demais ou comer de menos é errado. Nos dois extremos podem ocorrer graves problemas. A criança que nunca quer comer, experimentar alimentos novos ou consumir verduras e legumes pode ficar desnutrida.

 

Por outro lado, aquela que não para de comer, engole tudo que vê pela frente (o bom de boca), inclusive alimentos não saudáveis, tem grande possibilidade de ficar acima do peso e enfrentar a obesidade e suas consequências.

 

De acordo com especialistas em alimentação infantil, na maioria das vezes, o mau exemplo dos pais é a causa principal de ambos os casos. Também é fácil encontrar meninos e meninas que comem erradamente, com responsáveis que se alimentam de uma forma mais saudável. Nesses modelos, o mais comum é que as crianças dominem a situação e comem o que querem na hora que querem.

 

A criança que come muito pode também não ser apenas “gulosa”. O motivo de tanta “fome” pode estar relacionado a distúrbios como ansiedade e depressão.

 

Conforme pesquisas brasileiras, cerca de 90% dos pequenos com sobrepeso atacam a comida, principalmente doces, para atenuar as tensões. E quando a comida fora de hora se torna um hábito, as consequências podem ser mais graves nos pequenos que em adultos.

 

A garotada poderá desenvolver doenças típicas dos mais velhos, como hipertensão, entupimento de artérias e baixa de insulina. Os medicamentos para emagrecer não são encomendados para os “baixinhos”, então o ideal é procurar recomendações e tratamento com clínicos, nutricionistas e psicólogos.

 

É fundamental que o pequeno adquira bons hábitos alimentares, assim como compreender desde cedo à importância da variedade e qualidade dos alimentos, que fazem bem à saúde. Outra questão importante é a quantidade adequada dentro de uma margem e a educação na hora de controlar possíveis impulsos desordenados pela comida. Todas essas ações ficam por conta dos pais, os grandes responsáveis pelo o que se consome em casa e fora dela.

 

Saiba Mais Detalhes Sobre Uma Boa Alimentação!